Americana discute estratégias de identificação e intervenção das violências contra crianças e adolescentes

0
571
Foto: Marília Pierre

O curso sobre as “Estratégias de Identificação das Violências Contra Crianças e Adolescentes e Estratégias de Intervenção” está sendo realizado em Americana com a participação da rede socioassistencial, da Saúde, Esportes, Educação, Guarda Municipal, entre outros segmentos da sociedade. A atividade faz parte das ações do projeto “Capacitar e Construir: Fortalecendo o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e os Serviços de Alta Complexidade”. Nesta segunda-feira (8), cerca de 80 pessoas participaram do curso, no Plenarinho da Câmara Municipal.

Até dezembro, o curso será realizado com tem o objetivo de fomentar estratégias de identificação das violências contra crianças e adolescentes e de intervenção. Está sendo ministrado por Fabiana Aparecida de Carvalho, doutora em Serviço Social pela PUC-SP, mestre em Educação pela UNESP/Rio Claro, assistente social do Tribunal de Justiça Docente do curso de Serviço Social da PUC-Campinas e do curso de pós-graduação em Infância e Violência da UNISAL/Campinas, e por Virgílio Paulo da Silva Alves, mestre em Educação pela Unicamp, psicólogo formado pela PUC/Campinas-SP, pesquisador do Grupo Violar da Unicamp, coordenador da CSAC Monitoramento e Vigilância Socioassistencial de Campinas-SP, docente da Faculdade Anhanguera de Rio Claro-SP, membro da Comissão Gestora do CRP 06 – Subsede de Campinas.

O projeto “Capacitar e Construir: Fortalecendo o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente e os Serviços de Alta Complexidade” foi aprovado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e a Fundação Itaú Social. Está sendo executado pela Casa de Orientação e Assistência Social Seareiros de Jesus (COASSEJE) e ministrado pelo Instituto Apprimore.

Por Unidade de Imprensa
Prefeitura Municipal de Americana

Deixe uma resposta