Boletim sobre a falta de água em Piracicaba em 03 de janeiro de 2019 (15h00)

0
358

A Estação de Tratamento de Água do Capim Fino, em Piracicaba, retornou à operação normal às 7h45 desta quinta-feira, após três paralisações durante a madrugada de hoje, em decorrência de problemas elétricos na cabine de força. Nova ocorrência aconteceu paralisando a produção entre 10h40 e 11h30.

Em consequência das paralisações, a situação da distribuição de água às 15h era a seguinte:

Normalizando:
  • Algodoal, Nova Piracicaba, Vila Industrial, Santa Terezinha e bairros próximos;
  • Vila Rezende, Santa Rosa, Parque São Jorge e bairros próximos;
  • Distrito Industrial Unileste, Monte Alegre, Santa Cecília, Dois Córregos e regiões próximas;
  • Distrito Industrial UNINORTE, e regiões próximas;
Normalização no período da noite:
  • Bairro Alto, Piracicamirim, Sol Nascente e bairros próximos;
  • Balbo, Boa Esperança, Vale do Sol, Lago Azul, Artemis, Sant’Ana, Santa Olímpia e regiões próximas e proximidades;
  • Jardim Elite, Água Branca, Jardim Caxambu, Paulista e regiões próximas.
  • CECAP, Taquaral, Santa Rita, e regiões próximas.

Nesta 6ª feira, dia 04/01/2.019, poderemos ter falta de água nos pontos mais distantes, ainda como consequência das paralisações ocorridas hoje.

Nota Técnica – Capim Fino, 03/01/2019
Estação de Tratamento de Água do Capim Fino
Considerações sobre as instalações:
  • Os disjuntores estão dimensionados adequadamente para as cargas que suportam;
  • São disjuntores antigos, mas estão operando adequadamente, com inspeção periódica.
  • A rede de energia elétrica da concessionária também é antiga. Conforme informações da nossa área de elétrica, o Semae já solicitou a troca ou adequação dessa rede junto a concessionária.
Sobre as possíveis causas:
  • Desequilíbrio de carga entre as fases. Uma fase com mais carga elétrica (mais equipamentos ligados nela) pode causar o desligamento do disjuntor;
  • Variação de tensão na rede da concessionária, embora negada por ela, pode causar o desligamento do disjuntor. Isso pode ocorrer em função do estado da rede que atende ao Semae e por ser a ETA final de rede;
  • Defeito no disjuntor que está desarmando.
Providências imediatas:
  • Rearme dos disjuntores.
  • Verificação da regulagem dos mesmos.
Outras providências
  • Estudo para troca por disjuntores mais modernos.
  • Estudo sobre a existência de desequilíbrio de cargas e sua correção.
  • Cobrança, junto à concessionária para troca da rede de fornecimento de energia para a ETA.
Ude Valentini
Diretora do Centro de Comunicação Social
Prefeitura Muncipal de Piracicaba

Deixe uma resposta