Com base forte, Venezuela quer ser protagonista na Copa América

Seleção sub-20, vice-campeão mundial, é aposta para seleção principal conquistar primeiro título sul-americano da história

0
313
Foto: Prensa Vinotinto

Escrever o primeiro capítulo de uma história com vitória. Esse é o sonho da Venezuela, que tenta deixar a crise humanitária de lado e disputa a Copa América no Brasil. Vindo com uma boa sequência de vitórias e com um trabalho bem sucedido na base, os venezuelanos querem deixar para trás a fama de coadjuvante.

O primeiro passo para a esperança de um futuro grandioso já foi dado. As seleções de base tem feito boas campanhas nos torneios em que disputa. No mundial sub-20, disputado na Coreia do Sul, a seleção ficou com o vice-campeonato. Cinco atletas desse time estão agora na equipe principal tenta fazer história no torneio continental.

Para a edição deste ano, a Viñotinto conta com 23 jogadores, um deles atua no Brasil. É o meia Yeferson Soteldo, jogador do Santos, uma das revelações do futebol venezuelano, de apenas 21 anos.

Na Copa América, o melhor resultado da Venezuela foi um quarto lugar, na edição de 2011. Quatro anos antes, o país recebeu uma edição da competição, quando o Brasil foi campeão pela última vez. Antes da competição começar, a Venezuela fez dois amistosos e o aproveitamento foi na média. Uma derrota para o México por três a um e uma vitória em cima dos Estados Unidos por três a zero.

A Venezuela está no grupo A, junto com Brasil, Bolívia e Peru. A estreia da equipe Viñotinto será no sábado, dia 15, quando entra em campo contra o Peru, na Arena do Grêmio, a partir das quatro da tarde, horário de Brasília.

Raphael Costa
Agência do Rádio Mais

Deixe uma resposta