Lula fica calado em depoimento prestado à Polícia Federal

Depoimento estava marcado inicialmente para 22 de março, mas foi suspendido pelo ministro Luiz Edson Fachin

0
174
Foto: Agência Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva prestou depoimento na Polícia Federal (PF) na última sexta-feira (5), em Curitiba. Segundo o órgão, Lula ficou em silêncio durante as duas horas em que foi interrogado.

O depoimento é referente a inquéritos que tramitam na Justiça Federal do Paraná e investigam se houve lavagem e corrupção em razão do suposto pagamento de propina pela Odebrecht no caso de navios-sonda construídos pela Sete Brasil. Também é investigado se houve lavagem, corrupção e cartel em relação a atos de Lula na construção da Usina de Belo Monte.

Ao sair da sede da Polícia Federal, o advogado de Lula, Cristiano Zanin, declarou que a defesa do ex-presidente não teve acesso aos autos do inquérito e que, por isso, Lula ficou em silêncio.

O fato de a defesa não ter tido acesso aos documentos já foi motivo para que o depoimento fosse adiado. Contudo, de acordo com Zanin, a defesa ainda não teve esse acesso à integra das investigações.

O depoimento estava marcado inicialmente para 22 de março, mas foi suspendido pelo ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que atendeu a um pedido da defesa de Lula.

Paulo Henrique
Agência do Rádio Mais

Deixe uma resposta