Mariana Lima encena Cérebro_Coração no Sesc Piracicaba

Aula-performance será apresentada na próxima quarta-feira (24), às 20h, no Teatro. Ingressos já estão à venda.

0
329
Foto: Mauricio Fidalgo

Cérebro_Coração é o resultado de um longo processo criativo que a atriz Mariana Lima experimentou nos últimos sete anos. Motivada pela leitura de Em Busca do Tempo Perdido, de Proust, e por uma série de acontecimentos pessoais, ela começou a pesquisar, improvisar e escrever sobre memória, linguagem e neurologia. A apresentação chega ao Sesc Piracicaba, dentro do programa Em.Cena.Ação, na próxima quarta-feira (24), às 20h, no Teatro da unidade – classificação de 14 anos. Os ingressos estão à venda: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia entrada) e R$ 6 (credencial plena).

A versão final do texto foi construída, no período de ensaios, com a colaboração de Enrique Diaz e Renato Linhares – também diretores do espetáculo. Em cena, Mariana encena o que definiu como “aula-performance”, ao borrar a fronteira entre o teatro e a sala de aula. O formato da montagem surgiu após um insight gerado por sua experiência como aluna ouvinte. “Fiquei com vontade de experimentar o que seria fazer uma aula como um espetáculo e fui juntando tudo neste formato”, contou.

Durante o período de ensaios, o espetáculo foi apresentado para alunos do Ensino Médio em algumas escolas da Rede Estadual do Rio de Janeiro. O texto foi mostrado, ainda em processo, em salas de aula, sem nenhuma maquiagem cênica, contando apenas com a força da palavra. As muitas conversas com estudantes e professores também foram fundamentais para a versão final da peça. Ao longo da temporada, os encontros pelos colégios vão continuar. “Em alguns casos, os alunos acharam que era uma aula de verdade, foi muito bonito. Viram ali uma cientista falando de cérebro, de neurologia. Só acharam que era uma aula diferente, onde estavam sendo convidados para fechar os olhos e olhar para dentro”, relembrou Mariana, cujo desejo de levar teatro para as salas de aula vem ao encontro de furar uma certa bolha que separa o teatro da juventude e de uma massa muito carente de cultura no país.

Entre as referências usadas na concepção do espetáculo, está a obra de Leonilson (José Leonilson Bezerra Dias – 1957-1993), artista visual cujo trabalho é predominantemente autobiográfico e movido pela necessidade de registrar sua subjetividade. “É bom lembrar de olhar para você mesmo, não o você que se expõe midiaticamente o tempo todo. É poder olhar para o que você seria bem lá dentro, do jeito que o Proust, a Clarice, o Leonilson e a Hilda Hilst olharam”.

Processo

A atriz ainda destaca que mesmo escrito e pensado por várias cabeças, a performance é “um coração aberto”. A trajetória de Cérebro_Coração começou em São Paulo, há cerca de sete anos. Neste período, Mariana gravava uma série de improvisos em uma sala de ensaio e enviava para a atriz e dramaturga Isabel Teixeira, que transcrevia e retornava com outras propostas e estímulo de escrita. O resultado do trabalho gerou um texto chamado Câmera Escura, que foi apresentado para amigos em sessões íntimas. Além do processo ser determinante para o desenvolvimento da sua personalidade como escritora, parte do material escrito foi levado para a peça atual.

Em paralelo, Mariana leu os sete volumes de Em Busca do Tempo Perdido, de Proust, e expandiu os seus horizontes no campo relacionado à memória e lembranças. A pesquisa foi atravessada por uma intensa crise pessoal: “Comecei a tomar remédios e a me interessar por esse desvio, essa falha no funcionamento da máquina que é a nossa cabeça. Era como se eu estivesse sendo comandada pelo meu coração. Como se ele estivesse na minha cabeça, um coração pulsante, machucado e sensível”, relembrou a atriz.

Serviço
Em.Cena.Ação: Cérebro_Coração, com Mariana Lima

Dia 24, quarta, 20h.
Teatro. 14 anos. Ingressos: R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia entrada) e R$ 6 (credencial plena).

Sesc Piracicaba
Rua Ipiranga, 155 – Centro
Telefone: (19) 3437-9292
sescsp.org.br/piracicaba

Assessoria de Comunicação
Sesc Piracicaba

Deixe uma resposta