Ministério da Justiça alerta para recall aos veículos Toyota e Mercedes-Benz

Informe da Toyota foi feito em razão da possibilidade de rompimento inadequado do Airbag. Já a Mercedes-Benz alertou para atualização de software

0
814
O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Foto: Arquivo/Agência Brasil

O Ministério da Justiça e da Cidadania (MJC) alerta que a TOYOTA DO BRASIL LTDA. protocolou campanha de recall dos veículos Toyota, marca Lexus, modelo IS 300. O órgão também reforça informe da empresa Mercedes-Benz do Brasil Ltda. sobre recall para os automóveis dos modelos Classes GLE 450 AMG, GLE 63 AMG, GLE 63 AMG Coupé, GL 63 AMG, GLS 63 AMG e GLE 400 Coupé. 

De acordo com a Toyota, o alerta foi feito em razão da possibilidade de rompimento inadequado do airbag no caso de colisão de veículo. Este fator pode provocar a dispersão de fragmentos de metal da carcaça do deflagrador juntamente com a bolsa do airbag.

A respectiva campanha de recall abrange 26 automóveis importados, produzidos no período de 15 de fevereiro de 2012 a 14 de setembro de 2012, e colocados no mercado de consumo, com numeração de chassi, não sequencial, compreendida entre os intervalos JTHBG2626*C5002916-C5003137 a D5003141-D5003379.

Riscos Toyota

A Toyota destacou ter constatado que os veículos em questão são equipados com um sistema de airbag do lado do passageiro (lado direito) que contém uma peça denominada “deflagrador”, na qual se constatou a degradação de um componente químico após longos períodos de exposição do veículo a altas temperaturas e umidade do ar. Nessa condição, o airbag pode estar mais suscetível para romper-se inadequadamente no caso de colisão do veículo, o que pode provocar a dispersão de fragmentos de metal da carcaça do deflagrador juntamente com a bolsa do airbag.

Mais informações podem ser obtidas junto à Toyota, por meio do SAC Lexus: 0800 5398 727 ou pelo site www.lexus.com.br e www.toyota.com.br.

Mercedez

Já o recall da Mercedes-Benz do Brasil Ltda. é referente aos veículos: Classes GLE 450 AMG, GLE 63 AMG, GLE 63 AMG Coupé, GL 63 AMG, GLS 63 AMG e GLE 400 Coupé. O alerta foi feito para a atualização do software do módulo de comando, do sistema de ocupação do assento, do banco dianteiro do passageiro.

A campanha, com início de atendimento em 19 de janeiro de 2017, abrange 186 veículos, importados, colocados no mercado de consumo, com numeração de chassi, não sequencial, WDCDA6EW3GA727355, para o  modelo GLE 450 AMG; de WDCDA7EW1GA685502 a WDCDA7EW2GA725845, para os modelos GLE 63 AMG; de WDCED7EW7GA015934 a WDCED7EW9GA026790, para os modelos GLE 63 AMG Coupé; de WDCED5GW7GA010797 a WDCED5GW7GA029950, para os modelos GLE 400 Coupé; de WDCDF7EW8GA623239 a WDCDF7EW1GA626824, para os modelos GL 63 AMG; e WDCDF7FW5GA629529 para o modelo GLS 63 AMG. Todos os modelos com data de fabricação entre julho de 2014 a setembro de 2016.

A Mercedes-Benz informou que devido a uma falha no software que controla a calibração do sensor de peso do assento dianteiro do passageiro, o sistema de ocupação do respectivo banco pode não atender às especificações de projeto. Neste sentido, a inconformidade poderá impossibilitar que o sistema de ocupação do assento identifique a presença de passageiro. O fator pode ocasionar a desativação do airbag frontal do passageiro, podendo causar possíveis danos físicos ao ocupante desse assento em caso de colisão do veículo.

Mais informações podem ser obtidas junto à Mercedes-Benz, por meio da central de relacionamento com o cliente 0800 970 9090 ou pelo site www.mercedes-benz.com.br.

Seus direitos

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

Fonte: MJC

Deixe uma resposta