Paulo Serra expressa confiança na aprovação das emendas ao Orçamento de Piracicaba

Vereador propôs alterações na peça inicial, apresentada pelo Executivo, as quais remanejam R$ 5,487 milhões para investimentos em programas na saúde e no meio ambiente.

0
553
Foto: Fabrice Desmonts - MTB 22.946

Com cinco emendas apresentadas ao Orçamento do município para 2020, o vereador Paulo Serra (CID) expressou confiança na possibilidade de elas receberem parecer favorável das comissões da Câmara. Os apontamentos propostos pelo parlamentar passarão ainda por duas votações –– a fim de serem incluídos previamente no Plano Plurianual 2018-2021 e na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020 –– antes de serem analisados pelo plenário no próximo dia 5, quando o projeto de lei 255/2019, que trata da Lei Orçamentária Anual, será apreciado.

“Creio que nossas emendas, que são demandas da população, vão ser todas aprovadas, não vão ter problemas. Tenho esperança muito grande da aprovação”, disse Paulo Serra, na tribuna, durante a 70ª reunião ordinária, nesta segunda-feira (25). Ele ponderou, no entanto, que a decisão final caberá aos vereadores, “que têm a prerrogativa de concordar ou não” com o teor dos remanejamentos que ele propôs ao Orçamento.

Antes da análise da LOA em plenário, a Câmara votará o projeto de lei 253/2019, que trata de alterações no PPA 2018-2021, nesta quinta-feira (28), e o projeto de lei 254/2019, sobre mudanças na LDO de 2020, na segunda-feira (2). “Acredito que, na quinta-feira, vamos festejar um ganho para a população”, comentou Paulo Serra, sobre o início das votações.

As cinco emendas apresentadas por ele remanejam R$ 5,487 milhões da proposta inicial do Executivo para o Orçamento de 2020. “É um terço do valor para corrigir o desequilíbro contratual em favor da Mirante na parceria público-privada do esgoto, de R$ 16,9 milhões”, comparou Paulo Serra. “O que os parlamentares preferem: defender a população ou uma coisa irregular?”, perguntou.

Os remanejamentos sugeridos pelo vereador destinam R$ 300 mil para a instalação de um Centro de Cardiologia em Piracicaba, R$ 300 mil para a criação da Central de Intérpretes de Libras, R$ 3,7 milhões para a informatização da rede pública de saúde, 150 mil para a implantação de lixeiras subterrâneas e R$ 1,044 milhão para a continuidade do programa “Aedes do Bem”.

Departamento de Comunicação
Câmara de Vereadores de Piracicaba

Deixe uma resposta