Piracicaba assina convênio com a Pastoral da Criança

No escopo estão ações para reduzir o índice de mortalidade infantil do município

0
224
Foto: Adilson Zavarize

A Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria de Saúde, assinou esta semana convênio com a Pastoral da Criança, no valor de R$ 120 mil, para que a entidade dê sequência ao serviço de monitoramento de crianças carentes (de 0 a 5 anos e 11 meses) e gestantes no município. São ações relacionadas à saúde, educação e nutrição, junto às famílias e à comunidade, seguindo orientações científicas e normas da Coordenação Nacional da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Ao todo, serão monitoradas 3.000 crianças e 200 gestantes ao longo dos próximos 12 meses. O trabalho integra a estratégia da Secretaria de Saúde, por meio da Atenção Básica, para a redução do índice de mortalidade infantil em Piracicaba.

De acordo com o secretário de Saúde, Pedro Mello, a Pastoral da Criança é uma parceira muito importante na rede municipal de saúde, devido à sua expertise em trabalhos comunitários e sua capilaridade junto à população carente. “Trata-se de uma entidade com histórico maravilhoso de serviços prestados ao município contra a mortalidade infantil e o desenvolvimento das famílias carentes”, disse.

Para a coordenadora diocesana da Pastoral da Criança Marlene Besen Eckstein, a Pastoral está sempre atenta para levar às famílias todo o conteúdo de suas ações, por meio de voluntários que at uam junto à entidade. “Trata-se de um trabalho feito com carinho, para que as crianças tenham uma vida com saúde e recebam dos pais todo os cuidados que precisam, principalmente amor e atenção”, disse.

Dentre as atividades que constam no escopo do convênio pode ser destacado o apoio integral às gestantes, com orientação e supervisão nutricional e encaminhamento para consultas pré-natal, além de um espaçamento maior entre os partos. Também será incentivado o aleitamento materno exclusivo, que garante à criança condições físicas, psíquicas e emocionais para se desenvolver.

A atenção também será para a vigilância nutricional, com pesagem mensal de cada criança, acompanhamento do crescimento, orientação aos pais ou responsáveis para os cuidados com alimentação por meio de palestras e outras ações. Outras atividades são as visitas domiciliares mensais às famílias, com ênfase nas gestantes e crianças desnutridas abaixo de um ano, com o objetivo da recuperação nutricional e encaminhamento dos casos de risco ao programa de controle de desnutrição desenvolvido na unidades básicas de saúde.

Faz parte ainda do convênio ações de estímulo à vacinação de rotina, o controle de doenças diarréicas, a prevenção de doenças respiratórias, a prevenção de acidentes domésticos e da violência contra a criança, a proteção de doenças sexualmente transmissíveis, catequese, entre outras.

Eleni Destro
Centro de Comunicação Social
Prefeitura Municipal de Piracicaba

Deixe uma resposta