Rio Claro recolhe 120 toneladas de materiais jogados ao lado de ecoponto

Colaboração da comunidade é essencial para cidade ficar limpa.

0
290
Foto: Comunicação Pref. Municipal de Rio Claro

A prefeitura de Rio Claro recolheu na semana passada 120 toneladas de lixo, resto de poda e recicláveis depositados de forma irregular em uma Área de Preservação Permanente (APP) ao lado do ecoponto do bairro São Miguel. “É falta de educação e respeito com o meio ambiente e comunidade por parte de uma minoria”, comenta o secretário municipal de Meio Ambiente, Ricardo Gobbi, lembrando que essas ações impróprias também oneram os cofres públicos.

A retirada do material foi feita pelo departamento de Resíduos Sólidos, vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, com o apoio da Defesa Civil, da Guarda Municipal e do caminhão do cata bagulho. Essa é a segunda vez em menos de dois meses que a limpeza é feita nesse terreno, que fica na antiga Estrada da Bomba.

Assim como os demais, o ecoponto ao lado do terreno em que foi recolhido o descarte recebe quase todo o tipo de material. Limpos diariamente, os ecopontos funcionam de segunda à sábado, das 8 às 20 horas e nos feriados, das 8 às 17 horas. Os bairros de Rio Claro também contam com coleta de lixo domiciliar três vezes por semana e a cidade possui coleta de recicláveis e serviço mensal de cata bagulho, com calendário disponível no endereço www.rioclaro.sp.gov.br.

Apesar das pessoas que ainda insistem em fazer o descarte incorreto de lixo, entulho e materiais inservíveis, a prefeitura de Rio Claro tem conseguido reduzir pontos de descarte irregular de resíduos. Dos 180 locais diagnosticados como focos de despejo irregular de resíduos no início de 2017, quando a atual gestão assumiu a prefeitura, 100 pontos deixaram essa condição, o que representa uma redução de 55,56%.

“Conseguimos expressiva melhora nesse setor, mas a situação ainda não é a ideal. Por isso continuamos trabalhando firme para reduzir ainda mais os pontos em que há descarte incorreto de resíduos”, comenta o secretário de Meio Ambiente.

De acordo com Willian de Oliveira, diretor do departamento de Resíduos Sólidos, para que o trabalho tenha melhor resultado, é necessária a colaboração dos munícipes. “Um dos focos do nosso trabalho é fomentar a conscientização das pessoas em relação aos temas ambientais. O município precisa que as pessoas ajudem, só assim a cidade poderá sanar definitivamente essa situação”, diz.

Assessoria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Rio Claro

Deixe uma resposta