São Paulo DC embarcou para disputar Challenger na Malásia

0
252
André Ferros, Jefferson Socas, Luiz Felipe Soriani e Leonardo Branquinho momentos antes do embarque. Foto: São Paulo DC

O São Paulo DC, um dos principais nomes do Basquete 3×3 paulista, brasileiro e sul-americano, embarcou nesta terça-feira (07 de maio), com destino a Penang, na Malásia, para disputar o Challenger Internacional da referida cidade, que acontece nos dias 11 e 12 (sábado e domingo). A equipe, que se filiou recentemente à Federação Paulista de Basketball (FPB), vai contar com estes atletas: André Ferros, Jeffeson Socas, Leonardo Branquinho e Luiz Felipe Soriani.

Para o manager Gustavo Bracco, essa disputa internacional vai ajudar no desenvolvimento da equipe. “Fomos convidados pela Federação Internacional de Basketball (FIBA) para participar de um Challenger Internacional na cidade de Penang na Malásia. Será também a primeira viagem internacional da nova formação do São Paulo DC neste ano e a estreia da equipe em torneios classificatórios para etapas do Mundial (World Tour)”, explicou.

“Estamos muito confiantes, já que pela primeira vez na história conseguimos realizar uma ótima pré-temporada e os resultados no Brasil já começaram a aparecer de forma significativa. Optamos para esta viagem por uma formação muito alta e forte, já que todos estão em ótima forma física e treinando juntos constantemente, por isso, a expectativa é de um grande resultado na Ásia”, complementou Bracco.

Na visão de Leonardo Branquinho, a disputa de um torneio fora do Brasil só traz benefícios para o São Paulo DC. “Estou muito feliz e focado no nosso objetivo, esse campeonato é muito importante para o crescimento individual e do projeto e uma oportunidade de mostrar que nosso modelo de treinamento para o 3×3 não funcionam apenas no Brasil, mas internacionalmente também”, comentou.

“A expectativa é grande, sabemos da dificuldade do torneio. O nível estará bem alto, as melhores equipes do mundo estarão na Malásia. Mas, nós estamos preparados para dar o nosso melhor. Treinamos para esse tipo de desafio, o importante é chegar lá e conseguir colocar em prática o que fazemos nos treinos, os resultados são consequências”, acrescentou Jefferson Socas.

Para André Ferros, que disputará a sua primeira competição internacional, a expectativa é jogar forte e concentrado, pois o nível será bem alto. “É uma experiência nova, que será muito importante, pois vamos atuar em nível internacional, enfrentando equipes fortes e experientes, de países tradicionais na modalidade. Vai ser um campeonato muito proveitoso para a nossa equipe, por isso, vamos atuar com dedicação para fazer bons jogos e buscar o melhor resultado; a equipe está bem treinada, entrosada e fisicamente se encontra bem”, analisou.

“Estou bem ansioso e muito confiante, pois será o nosso primeiro teste em competição internacional; acredito que a equipe esteja preparada para isso, mas ainda não sabemos como vai se sair contra as melhores equipes do mundo, que estarão na disputa do torneio na Malásia. Acredito muito nessa equipe, que vem de dois grandes resultados, estamos bem treinamos, por isso, vamos com tudo para cima dos melhores times do mundo na modalidade”, concluiu Luiz Felipe Soriani.

O São Paulo DC3x3 é apoiado pelo projeto Drible Certo no Mundo, aprovado junto a Lei de Incentivo ao Esporte da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo. Projeto patrocinado pela Havan, Decathlon Brasil, Tenda Atacado e Sorvetes Jundiá. Apoios: Toca do Açaí, Naturiza, NAR – Núcleo de Alto Rendimento, Uniformes Overtime, Meias Elite e Associação de Pessoal da Caixa Econômica Federal – APCEF. Realização: B16 Incentivo, Instituto Futuros Craques e Instituto Athlon.

Por Frederico Batalha
Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta