Ser Voluntário: Bom novo ano

0
223

Todos com grande disposição para pegar pelos chifres este novo ano e fazer com que ele possa ser o melhor de suas vidas?

Ouvi um sim generalizado. Que bom.

Então que tal começar a colocar tudo o que quer fazer em uma lista? Sim as listas são boas para que possam nos nortear, para não ficarmos vagando pelo ano sem uma direção.

Ao fazer a lista não esqueça de colocar atividades físicas, cuidados com a saúde e suas ações voluntárias, pois se não estiverem na lista, provavelmente só serão lembradas no final do ano novamente.

Escreva lá: Vou fazer uma atividade voluntária. Pode ser genérico assim pois ainda não definiu e nem havia pensado nisso, estou eu aqui me intrometendo na sua lista de ano novo, mas espero que me perdoe por esta intromissão, pois ela é para uma boa causa, você.

Sim tenho que lembrar que quando realiza uma atividade voluntária o primeiro atendido é você que realiza e isso é perfeitamente correto, pois somente grandes personalidades de nossa história dedicaram suas vidas em prol do próximo sem buscar na da para sua própria e aqui entre nós, ainda estamos longe de figuras como Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, Gandhi, Chico Xavier, entre outros, portanto ainda precisamos ter um benefício para  que possamos nos mover, e não estou falando de benefícios materiais como pagamento.

Portanto  quando for colocar este item na sua lista e quando for tratar dele na resolução, pense em fazer algo que te de prazer, que faça você se deslocar com vontade para realiza-lo, algo que te mova para aprender mais, e que de quebra fará muito bem a alguem. Experimente várias ações se não conseguir fazer isso de forma mental, vá a várias organizações e diversas atividades, sinta qual delas te dará vontade de voltar e ficar para chamar de sua. Assim você fará o bem, receberá o bem e o melhor vai promover a esperança e o desejo de mudar o mundo com as próprias mãos. Todos podemos, basta desejar e se mover. Bem-vindo novo ano, bem-vindo novas decisões e ações.

Roberto Ravagnani é palestrante, jornalista (MTB 0084753/SP), radialista (DRT 22.201), conteudista e Consultor especialista em voluntariado e responsabilidade social empresarial. Voluntário palhaço hospitalar desde 2000, fundador da ONG Canto Cidadão, Associado para o voluntariado da GIA Consultores no Chile, fundador da Aliança Palhaços Pelo Mundo, Conselheiro Diretor da Rede Filantropia, sócio da empresa de consultoria Comunidea, criador e gestor de eventos filantrópicos, porta voz pela ONU, Membro Engage for business, Líder Internacional de Yoga do Riso e Conselheiro de Relações Sociais e Familiares do Instituto i. s. de desenvolvimento e sustentabilidade Humana. www.robertoravagnani.com.br

Deixe uma resposta