Sesc recebe em novembro a Itinerância da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Unidade de Piracicaba recebe 8 filmes internacionais lançados em 2019. Os ingressos serão vendidos na bilheteria: R$12 (inteira), R$6 (meia entrada) e Grátis para Credencial Plena.

0
487

Um panorama do cinema contemporâneo mundial em suas tendências, temáticas, narrativas e estéticas. Essa é a proposta da Itinerância da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo que percorre unidades do Sesc São Paulo. No Sesc Piracicaba, oito longas-metragens integram a agenda até dezembro:  SinônimosO Último Amor de CasanovaDe Quem é o Sutiã?PapichaOs Olhos de KabulViver para cantarCicatrizes; e Deus é Mulher e Seu Nome é Petunia. A mostra disponibiliza ingressos a R$12 (inteira), R$6 (meia entrada) e é gratuito para quem tem Credencial Plena. A venda acontece somente na bilheteria da unidade.

43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo exibiu neste ano 327 títulos de 52 países. A programação itinerante agora promove a circulação dos destaques dessa lista. Em parceria com o Sesc SP, dez cidades do interior paulista contarão com a programação cinematográfica: Araraquara, Bauru, Campinas, Ribeirão Preto, Rio Preto, Santos, São Carlos, São José dos Campos, Sorocaba, além de Piracicaba. Na unidade piracicabana, o público conhecerá produções e co-produções da Alemanha, Bélgica, China, França, Sérvia, entre outros países.

Sinônimos (Synonymes – FRA, ISR, GER, 2019, 123′) será exibido no dia 10 (domingo), às 17h. Dirigido por Nadav Lapid, o filme conta a história de Yoav, um jovem israelense que chega em Paris esperando que a França e os franceses o salvem da loucura de seu país. Determinado a extinguir suas origens e se tornar francês, ele abandona a língua hebraica e se esforça de todas as maneiras para encontrar uma nova identidade. O longa foi vencedor do Urso de Ouro e do Prêmio da Crítica no Festival de Berlim. A classificação é de 16 anos.

Dirigido por Benoît Jacquot, O Último Amor de Casanova (Dernier Amour – FRA,  2019, 98′) mostra Londres, século 18. Casanova, famoso por seu gosto pelo prazer e pelos jogos, chega à capital inglesa após sair exilado de Paris. Sem conhecer nada na cidade, o libertino encontra várias vezes uma jovem prostituta, Marianne de Charpillon. A moça o atrai a tal ponto que ele começa a ignorar todas as outras mulheres. O lendário sedutor está pronto para fazer qualquer coisa para conquistá-la, mas Charpillon sempre escapa com desculpas. O longa será projetado no dia 12 (terça), às 20h. A classificação é de 16 anos.

De Quem é o Sutiã? (The Bra – GER, 2018, 90′), do diretor Veit Helmer, mostra a trajetória do maquinista Nurlan, que está fazendo sua última viagem antes de se aposentar. No caminho, o trem esbarra em um varal e derruba um sutiã azul. Temendo dias solitários, Nurlan embarca em uma jornada: encontrar a dona da peça íntima. Assim, ele conhece várias mulheres e pede para que elas experimentem o sutiã para a fúria de uma porção de maridos. O filme será exibido no dia 17h (domingo), às 17h. A classificação é de 12 anos.

Já no dia 19 (terça), às 20h, será projetado o filme Papicha (DZA, FRA, BEL, QAT, 2019, 106′) do diretor Mounia Meddour. No longa, Nedjema é uma jovem estudante de moda que vive na Argélia dos anos 1990, quando o país está tomado pela guerra civil. Nedjema se recusa a deixar que o conflito a impeça de sair com suas amigas e de levar uma vida normal. Porém, quando os radicais ganham força e começam a praticar censura, a menina decide lutar por liberdade e independência ao planejar um desfile de moda. A classificação é de 16 anos.

A animação Os Olhos de Kabul (Les hirondelles de Kaboul – FRA, 2018, 80′) é o filme do feriado do dia 20 (quarta), que será exibido às 17h. Dirigido por Zabou Breitman, Eléa Gobbé-Mévellec, o longa mostra o verão de 1998 em Cabul, uma cidade em ruínas e ocupada pelos talibãs. Apaixonados, apesar da violência e miséria diárias, Mohsen e Zunaira não desistem de acreditar no futuro. Mas um ato sem sentido de Mohsen perturbará suas vidas para sempre. Baseado na ficção do escritor Yasmina Khadra, o filme tem classificação de 14 anos.

No dia 24 (domingo), às 17h, o filme Viver para cantar (To Live to Sing – CHN, FRA, 2019, 100′) conta a história de Zhao Li administra uma pequena trupe de ópera de Sichuan, que vive e se apresenta em um velho teatro nos arredores de Chengdu, na China. Quando recebe a notícia da demolição do lugar, Zhao Li esconde o fato de todos, temendo que isso possa significar o fim da companhia: além da destruição física do espaço, é a vida de sua “família” que está em jogo. O longa é dirigido por Johnny Ma. A classificação é 16 anos.

O filme sérvio Cicatrizes (Savovi – SRB, 2019, 97′), do diretor, Miroslav Terzic, será exibido no dia 26 (terça), às 20h. Inspirado em fatos e ambientado na Belgrado dos dias atuais, o longa revela a história de uma mulher que acredita piamente que, há 18 anos, seu filho recém-nascido foi roubado, ao contrário da versão que contaram a ela na época, de que o bebê havia morrido. De forma obsessiva e persistente, ela luta contra a polícia, a burocracia do hospital e até mesmo contra a própria família para descobrir a verdade. A classificação é 16 anos.

Encerra a Itinerância da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo no Sesc Piracicaba o filme Deus é Mulher e Seu Nome é Petunia (Gospod postoi, imeto i’ e Petrunija – MKD, BEL, SVN, HRV, FRA, 2019, 100′), que será exibido em dezembro, no dia 1º (domingo), às 17h. Do diretor Teona Strugar Mitevska, o filme vencedor do Prêmio do Júri Ecumênico no Festival de Berlim, conta a história de Petrunya. Em Stip, uma pequena cidade na Macedônia, todo mês de janeiro o padre local joga uma cruz de madeira no rio e centenas de homens mergulham atrás dela. Sorte e prosperidade são garantidas a quem a recupera. Mas desta vez, Petrunya mergulha na água e consegue pegar a cruz antes dos outros. Seus concorrentes ficam furiosos: como uma mulher ousa participar desse ritual?. O filme tem classificação de 14 anos.

Nacionais e Gratuitos
Filme Bacurau

A agenda de filmes de novembro do Sesc Piracicaba conta ainda com exibições gratuitas para todo público – retirada de ingressos com uma hora de antecedência. O Sala Sesc de Cinema apresenta o longa brasileiro Bacurau, no próximo domingo (3), às 17h. O Cineclube traz o filme Mulheres da Pá Virada, do Coletivo Marias Felipas, na terça (5), às 20h. A exibição serão seguida de um bate-papo com as diretoras Adriana Albert e Christine Zonzon e a orquestra de berimbaus de mulheres capoeiristas. Já o lançamento do curta-metragem Isadora faz a festa, do Coletivo Livre de Cinema, acontece no dia 29, às 20h. Todas as exibições acontecem no Teatro da unidade.

Em Bacurau, pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa. A classificação é de 16 anos.

Mulheres da Pá Virada é um documentário soteropolitano que tem como fio condutor o registro de depoimentos, histórias e luta de 12 mulheres capoeiristas de diferentes estilos, linhagens e percursos trazendo uma diversidade étnico-racial, geracional e de inserção na capoeira com a participação de mestras, contramestras e professoras. Já o curta-metragem Isadora faz a Festa é uma produção local e faz sua estreia no Sesc Piracicaba. O filme é resultado do processo das oficinas de cinema realizadas na unidade em parceria com o Coletivo Livre de Cinema ao longo do ano, no projeto LabCine – Processos Cinematográficos.

Serviço

Itinerância da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Sinônimos
Trailer: 

(Synonymes – FRA, ISR, GER, 2019, 123′)
Dir: Nadav Lapid. Elenco: Tom Mercier, Quentin Dolmaire, Louise Chevillotte.
Yoav, um jovem israelense, chega em Paris esperando que a França e os franceses o salvem da loucura de seu país. Determinado a extinguir suas origens e se tornar francês, ele abandona a língua hebraica e se esforça de todas as maneiras para encontrar uma nova identidade. Vencedor do Urso de Ouro e do Prêmio da Crítica no Festival de Berlim.
Dia 10, domingo, 17h.
Teatro. 16 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

O Último Amor de Casanova

Trailer: 

(Dernier Amour – FRA,  2019, 98′)
Dir: Benoît Jacquot. Elenco: Vincent Lindon, Stacy Martin, Valeria Golino.
Londres, século 18. Casanova, famoso por seu gosto pelo prazer e pelos jogos, chega à capital inglesa após sair exilado de Paris. Sem conhecer nada na cidade, o libertino encontra várias vezes uma jovem prostituta, Marianne de Charpillon. A moça o atrai a tal ponto que ele começa a ignorar todas as outras mulheres. O lendário sedutor está pronto para fazer qualquer coisa para conquistá-la, mas Charpillon sempre escapa com desculpas.
Dia 12, terça, 20h.
Teatro. 16 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

De Quem é o Sutiã?

Trailer: 

(The Bra – GER, 2018, 90′)
Dir: Veit Helmer. Elenco:  Predrag ‘Miki’ Manojlovic, Denis Lavant, Paz Veja.
O maquinista Nurlan está fazendo sua última viagem antes de se aposentar. No caminho, o trem esbarra em um varal e derruba um sutiã azul. Temendo dias solitários, Nurlan embarca em uma jornada: encontrar a dona da peça íntima. Assim, ele conhece várias mulheres e pede para que elas experimentem o sutiã para a fúria de uma porção de maridos.
Dia 17, domingo, 17h.
Teatro. 12 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

Papicha

Trailer: 

DZA, FRA, BEL, QAT, 2019, 106′
Dir: Mounia Meddour. Elenco: Lyna Khoudri, Shirine Boutella, Amira Hilda Douaouda.
Nedjema é uma jovem estudante de moda que vive na Argélia dos anos 1990, quando o país está tomado pela guerra civil. Nedjema se recusa a deixar que o conflito a impeça de sair com suas amigas e de levar uma vida normal. Porém, quando os radicais ganham força e começam a praticar censura, a menina decide lutar por liberdade e independência ao planejar um desfile de moda.
Dia 19, terça, 20h.
Teatro. 16 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

Os Olhos de Kabul
Trailer: 

(Les hirondelles de Kaboul – FRA, 2018, 80′)
Dir: Zabou Breitman, Eléa Gobbé-Mévellec. Elenco:  Simon Abkarian, Zita Hanrot, Swann Arlaud.
No verão de 1998, Cabul é uma cidade ruínas e ocupada pelos talibãs. Apaixonados, apesar da violência e miséria diárias, Mohsen e Zunaira não desistem de acreditar no futuro. Mas um ato sem sentido de Mohsen perturbará suas vidas para sempre. Baseado na ficção do escritor Yasmina Khadra.
Dia 20, quarta, 17h.
Teatro. 14 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

Viver para cantar
Trailer:

(To Live to Sing – CHN, FRA, 2019, 100′)
Dir: Johnny Ma. Elenco: Guidan Gan, Xiaoli Zhao.
Zhao Li administra uma pequena trupe de ópera de Sichuan, que vive e se apresenta em um velho teatro nos arredores de Chengdu, na China. Quando recebe a notícia da demolição do lugar, Zhao Li esconde o fato de todos, temendo que isso possa significar o fim da companhia: além da destruição física do espaço, é a vida de sua “família” que está em jogo.
Dia 24, domingo, 17h.
Teatro. 16 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

Cicatrizes
Trailer: 

(Savovi – SRB, 2019, 97′)
Dir: Miroslav Terzic. Elenco: Snezana Bogdanovic, Marko Bacovic, Jovana Stojiljkovic.
No filme, inspirado em fatos e ambientado na Belgrado dos dias atuais, acompanhamos a história de uma mulher que acredita piamente que, há 18 anos, seu filho recém-nascido foi roubado, ao contrário da versão que contaram a ela na época, de que o bebê havia morrido. De forma obsessiva e persistente, ela luta contra a polícia, a burocracia do hospital e até mesmo contra a própria família para descobrir a verdade.
Dia 26, terça, 20h.
Teatro. 16 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

Deus é Mulher e Seu Nome é Petunia
Trailer: 

(Gospod postoi, imeto i’ e Petrunija – MKD, BEL, SVN, HRV, FRA, 2019, 100′)
Dir: Teona Strugar Mitevska. Elenco: Zorica Nusheva, Labina Mitevska, Simeon Moni Damevki.

Em Stip, uma pequena cidade na Macedônia, todo mês de janeiro o padre local joga uma cruz de madeira no rio e centenas de homens mergulham atrás dela. Sorte e prosperidade são garantidas a quem a recupera. Desta vez, Petrunya mergulha na água e consegue pegar a cruz antes dos outros. Seus concorrentes ficam furiosos: como uma mulher ousa participar desse ritual? Vencedor do Prêmio do Júri Ecumênico no Festival de Berlim.
Dia 1/12, domingo, 17h.
Teatro. 14 anos.

Ingressos:
R$12,00 | R$6,00 | Grátis
Vendas somente nas bilheterias das unidades.

Sala Sesc de Cinema

Bacurau
Trailer: 

BRA, FRA, 2019, 131′
Dir: Kleber Mendonça Filho, Juliano Dornelles. Elenco: Barbara Colen, Sônia Braga e Udo Kier.
Bacurau, um pequeno povoado do sertão brasileiro dá adeus a Dona Carmelita, mulher forte e querida por quase todos, falecida aos 94 anos. Dias depois, começam os sinais de que a tranquilidade de Bacurau estará sob ameaça. Filme vencedor do prêmio do júri no último Festival de Cannes.
Dia 3, domingo, 17h.
Teatro. Grátis. 16 anos.
Retirada de ingressos com 1h de antecedência.

Cineclube
Exibição e bate-papo

Mulheres da Pá Virada
Vídeo do projeto: 

BRA, 2019, 44 min
Dir: Coletivo Marias Felipas
O documentário tem como fio condutor o registro de depoimentos, histórias e luta de 12 mulheres capoeiristas de diferentes estilos, linhagens e percursos trazendo uma diversidade étnico-racial, geracional e de inserção na capoeira com a participação de mestras, contramestras e professoras. Exibição seguida de bate-papo com as diretoras Adriana Albert e Christine Zonzon e orquestra de berimbaus de mulheres capoeiristas.
Dia 5, terça, 20h.
Teatro. Grátis. Livre.
Retirada de ingressos com 1h de antecedência.

LabCine – Processos Cinematográficos

Isadora faz a festa
Estreia de curta-metragem produzido nas oficinas de cinema realizadas no Sesc em parceria com o Coletivo Livre de Cinema ao longo do ano.
Dia 29, sexta, 20h.
Teatro. Grátis. Livre.
Retirada de ingressos com 1h de antecedência.

Assessoria de Comunicação
Sesc Piracicaba

Deixe uma resposta