Treinador de goleiros do Sub-17 do XV de Piracicaba concorre a prêmio

O treinador quinzista concorre ao prêmio Luvas de Ouro por seu trabalho em escolinha credenciada.

0
139
Juninho com dois dos seus alunos. Foto: Assessoria XV de Piracicaba

Osvaltir Junior, o Juninho, tem um 2018 para comemorar. Treinador de goleiros da categoria Sub-17 do XV de Piracicaba, o profissional ajudou a equipe a conquistar a melhor campanha do clube no Campeonato Paulista juvenil, chegando à terceira fase da competição. Para completar, Juninho foi selecionado para concorrer na categoria futebolística como o melhor empresário do ano por seu trabalho à frente da escola de goleiros credenciada pelo Alvinegro, a Luvas de Ouro.

A festa de premiação “Oscar Empresarial”, que reúne empresários de todo o país e acontece há 22 anos, será realizada no próximo dia 29, às 20h00, na Churrascaria Hereford’s, em Campinas. “Este é o evento empresarial mais importante do Brasil, que ocorre anualmente. Temos, na ocasião, o empresariado de todos os segmentos. O Juninho leva não só o nome da escola e do XV, mas da própria Piracicaba, que é uma cidade maravilhosa”, disse o diretor responsável do Oscar Empresarial, Carlos Vinicios.

Em julho, Juninho ganhou o prêmio regional “Os Melhores do Ano 2018”, o que o levou à atual disputa. “Fiquei surpreso quando fui comunicado para ir ao evento na churrascaria Sal & Grill, pois estava concorrendo na área de esportes (preparação específica para goleiros). O momento do anúncio foi algo mágico, que jamais esperaria passar. Faço isso por amor e é um prazer ver a evolução dos alunos, independente de faixa etária e se serão ou não atletas profissionais”, falou o treinador.

O fato de estar na disputa em âmbito nacional deixa Juninho entusiasmado. “Ainda não caiu a ficha. Saber que nossa escola está entre as melhores já é uma grande conquista”, externou, antes de comentar sobre o trabalho desenvolvido na Luvas de Ouro. “Esse era um projeto que o André Buzzério, que hoje é presidente da Liga Piracicabana de Futebol, me ajudou a colocar no papel, há aproximadamente 14 anos. Em 2017, consegui que virasse realidade”, comentou.

“A Escola de Goleiros Luvas de Ouro não podia ser apenas mais uma. Assim, primeiro convidei o preparador de goleiros do profissional do XV, o Cristiano Cavalcante, pois, na minha opinião, ele possui uma qualidade inquestionável, e depois apresentei o projeto para o Wagner e o Biluca (da Escolinha Gol de Placa), que nos abriram as portas para iniciarmos nossa caminhada. Tivemos algumas dificuldades no início e precisamos dar um tempo”, seguiu Juninho, antes de completar.

“Em seguida, conversamos com o André Chiarotti, do CTJR, expomos o projeto que havíamos alinhado com o então coordenador de comunicação e marketing do XV, o Fernando Galvão, que nos ajudou muito nessa empreitada, e desta forma, em outubro de 2017, inauguramos a Escola de Goleiros Luvas de Ouro. O Cristiano preferiu se afastar em julho e desde então o Guilherme Lisboa, treinador de goleiros do Sub-15, está comigo. Com esse trabalho, temos goleiros sendo preparados dos oito aos 13 anos, que é a porta de entrada do XV atualmente, no entanto, vale ressaltar que temos alunos de todas as idades. O mais velho tem 64 anos”, finalizou Juninho.

Evandro Pelligrinotti
Assessor de Imprensa

Deixe uma resposta