Zeca Baleiro e Orquestra Sinfônica fazem concerto especial de aniversário de Campinas

0
761
Foto cedida pela comunicação Pref. Municipal de Campinas

Para finalizar as comemorações aos 245 anos de Campinas neste domingo, dia 14 de julho, a Orquestra Sinfônica Municipal fará um concerto especial de aniversário com a participação do músico Zeca Baleiro. A apresentação, gratuita, está marcada para 18h, na Concha Acústica da Lagoa do Taquaral, mantendo uma tradição que tem tornado a data um presente para os campineiros.

Os arranjos dos títulos escolhidos para o repertório foram elaborados especialmente para o concerto, que será regido pelo maestro Victor Hugo Toro. A expectativa da Secretaria de Cultura, responsável pelo evento, é de que a parceria de um maestro premiado, ladeado pelos músicos da Sinfônica, com um artista dotado de talento e carisma como o cantor e compositor maranhense resulte em um espetáculo à altura do aniversário.

A organização acredita que o comparecimento deste ano supere o do ano passado, quando dez mil pessoas prestigiaram a apresentação. Embora não seja uma exigência, está sendo sugerido que o público leve um quilo de alimento não perecível. O total arrecadado será doado para o Banco de Alimentos de Campinas.

Estarão no programa músicas conhecidas como Telegrama, Lenha, Proibida pra Mim, Mamãe Oxum, Vapor Barato/Flor da Pele, Disritmia. “Será um encontro inesquecível”, acreditam os organizadores.

Victor Hugo Toro (regente)

Nascido em Santiago do Chile, o maestro realizou estudos de regência orquestral e graduou-se pela Faculdade de Artes da Universidade do Chile. Foi vencedor do II Concurso Internacional de Regência Orquestral -Prêmio OSESP. Tem sido convidado a reger as mais importantes orquestras de seu país, além da OSESP, na qual foi regente assistente e apresentou importantes peças do repertório universal.

Junto ao seu importante trabalho com orquestras jovens de seu país, Victor Hugo Toro é também compositor. Suas obras têm sido interpretadas por diversos grupos sinfônicos e de câmara.

Recentemente, foi laureado pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino com a Ordem do Mérito Cultural “Carlos Gomes” no grau de comendador. Também recebeu da Câmara Municipal de Campinas a medalha “Carlos Gomes”, pelos relevantes serviços prestados à cidade. Atualmente, é diretor artístico e regente titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas.

Zeca Baleiro

Com melodias certeiras, arranjos elaborados e poesia em alta voltagem, Baleiro apresenta sua espirituosa visão de mundo em canções originais. Também tem se revelado sagaz intérprete de outros compositores e se envolvido em novas áreas, como a literatura e o teatro.

O maranhense Zeca Baleiro começou a carreira participando de festivais e compondo música para teatro infantil nos anos 80. Com sua mistura de ritmos e referências musicais diversas, canções líricas e a verve afiada de humor e ironia, o cantor e compositor foi recebido com entusiasmo pelo público e imprensa quando lançou seu primeiro disco, “Por Onde Andará Stephen Fry?”, em 1997, mesmo ano em ficou conhecido com a música “Flor da Pele” . A partir daí, sua carreira deslanchou.

Ao longo destes mais de vinte anos, o artista lançou onze discos de estúdio, cinco CDs ao vivo, nove DVDs e vários projetos especiais, entre os quais se destacam o disco em parceria com a poeta Hilda Hilst, Ode descontínua e remota para flauta e oboé – de Ariana para Dionísio; Café no Bule, CD em parceria com Paulo Lepetit e Naná Vasconcelos; e Zoró Zureta, projeto para crianças que inclui os CDs Zoró [bichos equisitos] Vol.1 e Zureta Vol.2 e ainda um aplicativo e o DVD de animações A Viagem da Família Zoró. Também comandou o programa de tv Baile do Baleiro, que estreou em 2016 no Canal Brasil.

Como produtor, realizou outros 21 álbuns de artistas diversos, como Sérgio Sampaio (Cruel), Antonio Vieira (O Samba é Bom), Vanusa (Vanusa Santos Flores), Odair José (Praça Tiradentes), Wado (O Ano da Serpente) e o angolano Filipe Mukenga (Nós Somos Nós). Desde 2006 mantém o selo Saravá Discos, pelo qual tem lançado projetos de perfil alternativo e seus próprios álbuns.

Artista multifacetado, Zeca Baleiro vem se dedicando também à literatura e ao teatro: tem quatro livros lançados e é autor de duas peças. Compôs trilhas para dança (Mãe Gentil, Bicho Solto Buriti Bravo, Cubo e Geraldas e Avencas), teatro (Lampião e Lancelote e Roque Santeiro) e cinema (Carmo, Oração do Amor Selvagem e 2).

Excursionou por vários países da Europa (Bélgica, Alemanha, França, Itália, Portugal, Espanha e Suíça), África (Cabo Verde e Angola) e América do Sul (Argentina e Uruguai). Tem álbuns editados em Portugal, Espanha, Argentina e França.

Participação especial
  • 1997 – CD Acústico MTV de Gal Costa – Música “Flor da Pele”
    Brésil
    Calor do Brasil
    Metamophoses
    MPBZ by Marco Mazzola
    Novo Canto
    O Melhor do Acústico MTV
    Palco MPB
    Reggae Around the World
  • 2003 – CD A peste negra do Nordeste, da banda Clã Nordestino – Música “Coração feito de África”
  • 2005 – Tributo a Odair José – Vou Tirar Você Desse Lugar – Música “Eu, Você e a Praça”
  • 2008 – CD Segundo Ato da banda O teatro Mágico – Música Xanéu N. 05
  • 2008 – DVD “Zoombido Para Se Fazer Uma Canção – V.1” – Canções “Cigarro”, “Flores No Asfalto” e “Você só Pensa em Grana” (com Moska)
  • 2008 – DVD Intimidade de Oswaldo Montenegro- Música Léo e Bia
  • 2009 – DVD “Tributo a Elpídio dos Santos” – Músicas: Fogo no Rancho e Fantasia Cigana
  • 2009 – CD “Balaio do Sampaio” – Canção “Tem Que Acontecer”
  • 2010 – CD “Mr. Lennon” – Canção “Mother”
  • 2012 – CD Música Popular Caiçara (Ao Vivo) do Charlie Brown Jr do – Música Proibida pra Mim (Grazon)
  • 2019 – CD “TUDA”, de Bárbara Eugenia – Participação na música “Bagunça”
Livros
  • Bala na Agulha: Reflexões de boteco, pastéis de memória e outras frituras (ed. Ponto de bala, 2010)
  • Vida é um souvenir made in Hong Kong (ed. Ponto de bala, 2011)
  • A Rede Idiota e outros textos (ed. Reformatório, 2014)
  • Quem Tem Medo de Curupira? (cia das letrinhas, 2015)
Serviço
Orquestra Sinfônica de Campinas – Apresentação especial de aniversário da cidade

Dia: 14 de julho (domingo)
Horário: 18h
Local: Concha Acústica, Parque Taquaral.
Entrada gratuita
Doação não obrigatória de um quilo de alimento não perecível para o Banco de Alimentos de Campinas

Secretaria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Campinas

Deixe uma resposta